Quarta-Feira Criativa (16/03/2016)

E nessa segunda- feira trago mais uma participação da Quarta-Feira Criativa.

O tema dessa semana foi um dos mais difíceis, porque surgiram muitas inspirações e eu não conseguia escrever dentro do limite dos caracteres estabelecidos. O bom foi que ficaram alguns rascunhos salvos para a posteridade. 🙂

Se quiser saber o que é a Quarta- Feira Criativa ou se quiser participar também: clique aqui para ler as regras

Se quiser ver minhas outras participações: Clique aqui

O Livro do Futuro

Jóice D´Aviz

Na cidade foi anunciado, que quem quisesse descobri sobre o seu futuro era só ir até a “Casa da Cultura”, em um domingo as duas da tarde. Eu, curiosa , resolvi ir lá para ver se era mesmo verdade.

Organizaram um semicírculo e um homem contou uma história, dizendo que quando tinha sete anos havia uma “fonte milagrosa” em sua cidade e que ele foi presenteado com o dom de prever o futuro. Diante disso, ele lançou um livro, que tinha as páginas brancas e a mensagem seria revelada àquele que lesse. Assim, a pessoa que comprasse o livro poderia descobrir o seu futuro mesmo que ele não estivesse por perto. Ele propõe que apontará para qualquer um da “plateia” e o escolhido deverá ler o que é dito sobre o seu futuro.

Todo ficam ansiosos, inclusive eu. Obviamente, temendo que eu seja a escolhida. Então,  aponta para um senhor negro de bengala. Ele entrega o livro na mão dele e diz:

— Leia em voz alta, o que “o livro do futuro”, diz para você.

O homem, com a voz rouca, responde:

— Você foi uma pessoa muito ruim, cometeu muitas atrocidades na vida, matou, traiu, enganou. O que lhe aguarda é triste e irremediável.

Ele aponta para mim e diz:

— Agora é a sua vez!

Torço mentalmente, para que o meu futuro seja bom. Abro o livro de olhos fechados e quando finalmente vou ler e descobrir sobre o meu futuro, ouço uma mulher de voz grossa me chamando.

— Janaína!

Poxa, logo agora! Me enfureço, fecho o livro.

Ouço minha mãe:

— Janaína, acorde! Seu namorado está te chamando.

*Bônus ( a história do escritor do livro, que eu tive que reescrever, para poder finalizar a história, dentro dos 1500 caracteres, mas que eu resolvi não apagar e compartilhar com vocês )

Esse é o relato do “adivinhador do futuro”:

— Meu nome é Ademir, tenho quarenta anos. Quando eu tinha sete, morava em uma pequena cidade e na praça dessa cidade tinha uma fonte. Muitos moradores diziam que presenciaram muitos milagres ali. E eu fui um deles! Eu estava brincando, com a água da fonte, quando de repente vi uma luz. Meu corpo ficou paralisado, por mais que eu tentasse me mover, não conseguia. Ouvi uma voz doce, que me disse para não temer e eu pude ouvir atentamente a tudo que ela me dizia. Quando, finalmente, tudo acabou, eu já não era mais o mesmo. Essa divindade misteriosa havia me presenteado com um dom: de prever o futuro. Eu poderia saber qualquer coisa de qualquer pessoa, só de olhar para ela. E desde então, eu viajo pelo mundo inteiro, mostrando para as pessoas, como será o futuro delas, e, se há alguma forma de mudá-lo. Hoje venho apresentar a vocês, o meu livro. Ele é capaz de mostrar-lhes o futuro, sem que eu esteja por perto. As páginas são brancas e a mensagem só é revelada aquele que ler. Aqui faremos uma “amostra grátis”, do poder deste livro. Eu apontarei algumas pessoas desse círculo e pedirei para que leiam o que o livro lhes diz.

Anúncios

2 comentários sobre “Quarta-Feira Criativa (16/03/2016)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s