{No ponto de ônibus} O moço dos olhos cor de mel

tumblr_o82bm9ptes1rbbwv5o1_500
Tirei daqui

*Desde menina Lisbela colecionava fotos de noivas de revistas. Com oito anos começou a escrever em seu diário , sonhando com príncipes, castelos , filhos…

Lisbela cresceu e começou a trabalhar no Banco do Brasil, estava ganhando bem e até conseguiu comprar um apartamento.

Um dia –vocês sabem que quando aparece essa palavra algo está prestes a acontecer, certo? E aconteceu– ela  foi a uma festa íntima de uma amiga no banco. E se apaixonou pelo príncipe Alexandre, primo da amiga dela.

Ele era alto, magro, tinha olhos cor de mel e um bom papo e trabalhava em um banco concorrente. Ele também se encantou com a linda garota de cabelos dourados e cacheados.

Foram apresentados. Eles se reconheceram. Almas gêmeas sempre se reconhecem.

Os dois conversaram por horas e quando ela decidiu ir embora ele tentou um beijo roubado, sem sucesso. Não ganhou o beijo, mas ganhou um sorriso de canto de boca, que faltava dizer: “estou entregue”.

No dia seguinte, Lis encontrou em sua mesa um bilhete que dizia: “Querida, Lisbela. Você me deve um beijo. ” Ela não se conteve e deu uma risada alta, que chamou atenção dos colegas de trabalho, mas ninguém disse nada. Ela enrubesceu e todos riram.

E nos dias seguintes ela recebeu mais e mais bilhetes, com pistas e mensagens bonitinhas, do tipo que a gente só recebe quando está no colegial. Com letras de música e as vezes acompanhados com uma singela flor.

Depois de vários dias, ela resolver tomar atitude  escreveu de caneta azul atrás de um dos bilhetes : “Eu não gosto de ficar em dívida com ninguém, portanto se você quiser receber o beijo que lhe devo, ligue para esse número: 3588-8880. E resolveremos esse assunto o mais breve possível. ”

{ Continua…}

 

*Essa história faz parte de uma nova categoria do blog, chamada “No ponto de ônibus”. Nela eu contarei histórias que ouvi de outras pessoas, a maioria delas de amor. Sempre fui boa ouvinte, e nesse 25 anos de vida, já ouvi muitas histórias em pontos de ônibus, dentro de Ônibus, na fila de espera do médico… Histórias com cara de novela das 8. Eu sempre achei que deveria me inspirar para escrever sobre elas. A maioria das histórias não tinha nomes de personagens, então darei identidade à eles. Obviamente, mudarei muitos detalhes de cada história, embora inspirados na vida real, todas as histórias daqui serão de ficção. A história de hoje, por exemplo, eu alterei quase tudo: a forma como as coisas aconteceram, os empregos dos personagens, adicionei personagens que não existiram na vida real…Espero que gostem das histórias. ❤

 

Anúncios

20 comentários sobre “{No ponto de ônibus} O moço dos olhos cor de mel

  1. Pelo titulo imaginei que seria uma história de casal que se conheceu no ponto de ônibus rs
    Ai já lembrei de mim… tenho algumas histórias de ponto de ônibus, que não renderam em histórias de amor, mas me ofereceram boas lembranças, encontros desajeitados, mas foi tudo válido hahahaha
    Mas adorei do mesmo jeito e quero super ler a continuação *-*
    Amo histórias de amor rsrsrs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s