Tag: Vai um Café?

Oi, gente! Hoje estou aqui para postar essa tag linda do grupo mais amô do facebook, em comemoração de 1 ano do Projeto.

tumblr_lmwt1s0xtl1qi0z4jo1_500

  • Qual membro tu se identificou de cara?

A Isabella Cas, porque eu a conheci antes do grupo (aliás, conheci o grupo pelo blog dela), e de cara gostei do jeitinho dela, do conteúdo do blog, da amizade, do respeito e da empatia. A Isa seria uma pessoa que eu amaria conhecer pessoalmente.

  • Quem é o engraçado (de boas) e o mais bravo do grupo?

Não lembro de ninguém bravo por lá não. Inclusive, acho as pessoas de lá bem amorzinho, pacientes e empáticas. O mais engraçado eu achei a Stéfani, do Em outubro. Pelo menos, é isso que os posts dela me passam. haha ❤

  • O que o projeto representa hoje pra você?

Representa amizade, amor e esperança. Sim, esperança.Eu participo de vários grupos no Facebook (grupos grandes e pequenos) e o Vai um Café? Se sobressaí sobre todos pelo carinho com que todos são tratados. É como se fôssemos todas vizinhas, dividindo a hora do café para nos expressarmos, contarmos as aflições, as coisas boas e sempre tendo em troca paciência, compaixão, ajuda. Sério, vocês me fazem acreditar em um mundo melhor com pessoas melhores. Vocês são demais, gente!

  • Um amigão(ona) que encontrou no Projeto?

Posso citar mais de uma? Vai, diga que sim! Bom, eu ainda não tenho muuuito contato com todos os membros, mas tem três pessoas que eu fiquei próxima e que gosto muito delas e queria dar um abraço na vida real: Que é a fofa da Isabella, do blog Isabella Cas, a linda Vanessa Pérola, do blog Amor, vida e Fé e a Bea, do Blog Since 85,  que tem um coração gigante.<3

  • E o que aprendeu de importante por meio do projeto?

Eu já falei na resposta anterior, mas acho que a coisa mais importante que aprendi com o grupo foi a confiar. Na internet já encontrei gente do mal e gente do bem, mas misturadas. O Vai um Café, conseguiu reunir um monte de gente amável em um lugar só. Então, visto mesmo a camisa do grupo, gosto de fazer parte de lá e ainda pretendo conhecer melhor os outros membros que ainda não conheço.

  • Quem dele te ensinou alguma coisa que vai levar pra sempre com você?

A Beatriz do blog  (http://www.blogsince85.com/) e que também a  idealizadora do projeto. Eu vejo a paciência que ela tem com os membros, a força que ela faz para manter todos unidos, o amor que ela dedica ao grupo mesmo sem ganhar nada em troca. A forma como ela nos defende, não permite comentários maldosos e está sempre disposta a ajudar. Um tempo desse disseram a ela que o que ela criou era pequeno e sem importância, mas não é, Bea. Você fez uma coisa gigantesca! Você fez um grupo que dissemina o bem e se existissem mais seres humanos como você o mundo seria um lugar muito mais doce de se viver. A minha primeira impressão dela foi de que ela era uma mulher brava. Que nada ela é sensibilidade pura, é amor, é luz. E me inspira muito. ❤

  • Qual o blog você “roubaria” pra si?

Eu roubaria vários hahaahah Roubaria o Em Outubro, da Stéfani, roubaria o da Isa, o da Vanessa e o da Bea. hahaah

  • Quem você não é muito próximo mas gostaria de conhecer melhor?

Na verdade, gostaria de me aproximar de todos aqueles que não conheço bem. Para citar alguém eu citaria a Priscila, do Carioca do Interior, acho que na verdade aos poucos estamos nos conhecendo melhor. Ela é do interior e eu também. Nos posts de infância dela, eu super me identifiquei com as brincadeiras, os desenhos… Enfim, amaria conhecê-la melhor, a impressão que tenho dela é de uma pessoa super divertida. 🙂

  • Escolha 2 integrantes para dizer qual foi a primeira impressão e se estava certo.

A Isabella, senti que era uma pessoa muito amiga, espirituosa, gentil. E realmente ela é isso e mais, é por isso que todas as respostas que li da tag até agora ela está presente. Porque ela querida mesmo, é divertida, inteligente e quando ela fala a voz é afinadinha (parece que fala cantando haha <3). Os vídeos dela e Snaps mostram a pessoinha maravilhosa que ela é. Isa, precisamos nos conhecer, mulher! haha

Outra pessoa é a Vanessa. Quando a conheci, li em seus textos uma menina madura, inteligentíssima, amável, amiga. E a Vane é isso mesmo. Não tive o prazer de ouvi-la ainda, mas sinto que ela deve ter uma vozinha bonita também. Amo e quero conhecer, já! haha

  •  Quem do grupo você já teve a oportunidade de conversar pessoalmente?

Ninguém ainda.🙁

  • Como você falaria do projeto pra alguém?

O Projeto Vai Um Café, não é troca de likes, não é simplesmente ir lá e linkar o seu blog para divulgar. O grupo é pequeninho e lá ninguém fica no vácuo, todos são recebidos com carinho, com amor, com empatia. Lá é um grupo de amizade, de ajuda mútua e de muito, muito amor.

12191717_10207450342518984_5470877887559865017_n

Anúncios

Amigão

ami

Meu filho queria um cachorro. Eu adoro animais de estimação e cresci tendo vários gatinhos e cachorrinhos, foi uma infância tão feliz que achei legal a ideia dele ter um cachorro. Foi aí que começou a luta para convencer o pai dele. Ele se preocupava porque quando o nosso filho era bebê tínhamos um filhote de cachorro chamado Titã, um dia ele escapou e acabou morrendo atropelado. Meu marido tinha medo disso acontecer com o outro cachorro e do nosso filho sofrer. Mas a morte é inevitável, é triste, mas se formos pensar nisso não nos relacionamos com ninguém, já que todos irão morrer um dia.

Enfim, depois de muita insistência e do meu filho ficar esperando todos os dias o cachorro do vizinho aparecer para brincar com ele, o coração de pedra do meu amado marido amoleceu e fomos em busca de um cachorro.

Minha cabeleireira comentou que a cachorrinha dela teria filhotes, então pedi um à ela. Meu filho participou da espera ansiosa pelo nascimento do cãozinho e o escolheu quando ele ainda estava com os olhinhos fechados e deu o nome de Amigão.

E é aí que mais uma vez a infância nos mostra como todas as coisas são muito mais leves e divertidas nessa época.

Toda vez que alguém pergunta o nome da bolinha de pelos branca e comedor de sapatos e nós respondemos: ” Amigão” recebemos gargalhadas como resposta. “Que nome engraçado!” “Ele que escolheu?” diz a vizinha apontando o dedo para o meu filho.

E a gente ri também. Porque foi um nome tão espontâneo, tão lindo, tão “jeitinho criança” de ser, que nos encantamos por perceber que ainda prevalece a inocência dele.

Os adultos acabam perdendo o encantamento pelas coisas simples e acham graça quando a criança com uma criatividade imensa, em vez de batizar o cão com o nome de algum personagem de livro ou desenho favorito, vai pelo menos óbvio, e batiza-o com um sentimento. E se alguém pergunta para ele porque esse nome a resposta está na ponta da língua (e ligada ao coração): “Ele é Amigão, porque ele é meu amigo.” E ponto, não precisa ter explicação. Ele é Amigão porque esse é o sentimento que ele nutre por seu cachorrinho: de amizade.

E engraçado como o nome combinou perfeitamente com o roedor de sapatos mais fofo da vizinhança, vulgo Amigão.

12191717_10207450342518984_5470877887559865017_n

Cinco anos depois

Texto publicado no meu outro blog (porque deu saudade de lá) :p

Tumblr

Este blog foi criado em meados de 2008/2009. Nessa época eu tinha 17/18 anos. Um dia me revoltei e apaguei todos os posts antigos.

Voltei a postar em 2010.

Olhando para os posts antigos, percebi quanta coisa mudou nesses cinco anos…

Como os posts mudaram, as ideias mudaram e, principalmente, como eu mudei.

Eu me esforcei para manter esse blog vivo. Mas alguma coisa fazia com que eu me prendesse ao passado por aqui. E algumas partes do meu passado me faziam sofrer.

Parei de postar.

Quantas e quantas vezes abri uma página em branco por aqui  e não tive inspiração para continuar a escrever…

A única coisa que via era um cursor piscando e algumas tímidas palavras que tentavam sair eram assassinadas pela tecla de apagar.

Reli posts antigos e me lembrei de fases pelas quais passei. Em alguns posts relatei minha infância: o bullying, as brincadeiras, as alegrias.

Se quiser continuar lendo: Clique aqui. ❤

O amor não envelhece nunca

2ba524de311e7cf0f7f1b4e53612ed2a
Pinterest

Posso passar delicadamente a ponta dos dedos, deslizando parte a parte, posso sentir os vincos que o tempo marcou. Sinto o amor em cada estria, em cada ruga e a cada pedacinho da pele tua.

Enquanto enrosco teus cabelos entre meu dedos, posso perceber que tu tenta em vão minimizar traços que a idade traz.  Alguns fios de cabelo branco cintilam, na tentativa de aparecer mais que os outros.

Tua pele oscila entre macia e levemente enrugada. Todas as vezes que meus dedos tentam brincar entre as marcas e cicatrizes, tu se encolhe. Sente vergonha, acha que pensas que me importo.

Ah, se soubesse o quanto admiro tua maturidade. Tuas rugas e a tua idade. O quanto amo a tua feição limpa quando sai do banho. Quanto gosto do teu cheiro quando acorda pela manhã. Como fico apaixonado pelos seus cachinhos bagunçados.

Tu mudou. Eu mudei também. Já não somos tão jovens, já não temos dezesseis.

Envelhecemos juntos. Passamos mais da metade de nossas vidas fazendo companhia um ao outro e, é claro que já brigamos muito. É claro que eu já reclamei porque você demora demais para se arrumar, e você também já reclamou quando eu demoro para acordar. Já brigamos para escolher quem seria o contemplado que ficaria com a louça do jantar. Te vi engordar mais de vinte quilos. Duas vezes. Na primeira veio Matheus, na segunda Elisa, os melhores presentes que você me deu. E quer saber? Ainda assim, nunca vi corpo mais lindo.

Mas o que fica mesmo e o que me faz ficar depois de tantos anos é olhar para a mulher incrível que você se tornou e ainda ver aquele olhar brilhante que fez com que eu me apaixonasse pela menina que tu foi.

E quantas vezes, eu ainda esqueço e fico paralisado contemplando o seu rosto, o seu olhar. E você me pergunta: “O que foi?” Eu sorrio e respondo: “Nada.” Um nada cheio de significado.

E você não tem ideia, de como todos os dias da vida eu agradeço à Deus e ao Universo por ser o sortudo que cruzou o teu caminho naquela noite estrelada e por ter permanecido até hoje aqui do seu lado.

E, embora estejamos caminhando para a velhice e os nossos corpos e aparência estejam mudando o amor permanece do mesmo jeito desde o primeiro dia, porque o amor… Ah, o amor! Esse não envelhece nunca.

Texto para a menina do All Star

 

green-729197_960_720
Faby Green

Hey, você! É você mesmo, minha linda! É você que usa todos os dias um rabo de cavalo baixo para ir à escola, que não usa batom como as meninas da sua idade, que ama roupas pretas e All Star.

É você que não é considerada a “mais linda da escola” e nem anda com as populares.

É você que sofre as provocações de alunos e professores (sim, por incrível que pareça alguns professores, infelizmente, incentivam o bullying).

É você que decidiu que a sua melhor companhia é você mesma.

Você que é magra de mais, gorda de mais, baixa de mais ou muito alta.

Você que tem dificuldade em matemática ou em português, que já ouviu falarem que você é burra, ignorante e que não sabe de nada.

Ou então que é a CDF, a certinha, a perfeitinha.

É sim, estou falando com você que senta na penúltima carteira da fila do canto esquerdo. Que entra e sai calada. Que escreve os poemas nas últimas folhas do caderno enquanto a professora explica a matéria.

Você que sonha com o príncipe encantado, mas sabe que eles preferem aquelas princesas que são bem diferentes dos contos de fadas : lindas por fora e horríveis por dentro.

Você que não tem dinheiro para comprar uma roupa da moda e usa as roupas que sua irmã mais velha usava nos anos 90.

Você que sabe que os mocinhos dos filmes e das novelas, às vezes, são insuportáveis na vida real.

Você que quer ir embora, que já cansou de ver os mesmos rostos todos os dias…

Estou falando com você que só quer ser invisível, mas eles fazem questão de te expor, de te humilhar, de mostrar como eles são superiores.

Muitas vezes, você chega em casa e chora porque eles riram do seu cabelo, do seu corpo, do seu jeito de andar e falar, eles riram de quem você é.

É, minha linda, o diferente assusta, incomoda. Mas ser diferente não é uma coisa ruim, acredite em mim.

Você ainda vai ser incomodada muitas vezes por não querer ser como a maioria. Mas um dia você vai notar que quem tinha que se incomodar de ser tão igual são eles.

Nossas impressões digitais estão aí para comprovar que cada ser na terra é único!

Todos os seus defeitos e manias esquisitas te tornam única. E você nem precisa que ninguém lhe dê importância para isso. Você só precisa abrir os olhos: veja quem você é. Olhe a sua imagem refletida no espelho, você é linda, você é especial e única no mundo inteiro.

E mude. Mude se achar necessário. Mas nunca deixe que se perca essa essência única que há em você.