Que nem feijão com arroz

mc3a3os-dadas4
encontrei essa imagem aqui

Casal Feijão-com-arroz é assim que os amigos os chamam.

Por que? Porque, assim como na música do Legião Urbana,  eles se completam como feijão e arroz.

Porque a única pessoa que consegue cantar Faroeste Caboclo inteiro enquanto ele toca violão é ela.

Porque ele é o primeiro que ri das piadas toscas dela.

Que mente dizendo que a comida dela está deliciosa, mesmo estando sem sal.

Os dois não são só namorados, são amigos. Um olha para o outro com carinho e cumplicidade.

Eles são tão diferentes e tão parecidos ao mesmo tempo.

É coisa de destino mesmo. Os caminhos deles tinham que se cruzar mais cedo ou mais tarde.

Eles fazem a gente acreditar naqueles amores dos livros, sabe?

Eles fazem a gente acreditar que o amor existe de verdade e nos faz querer viver um amor assim também.

E eles vivem alheios as opiniões dos outros, vivem sorrindo, cantando e se encantando um com o outro.

Tenho certeza que com os dedos entrelaçados eles ainda irão conquistar o mundo.

————————————————————————– P.S.: Esse é o post de número 100 do blog 😮 \õ/

P.S²: Promessa para final de ano e começo do ano que vem: realmente participar dos grupos de escrita criativa em que participo. É bom que exercita a criatividade e dá uma força para os dias sem inspiração. Então além dos posts normais e daqueles dedicados ao meu grupo do amô (Vai um Café?), eu ainda publicarei participações para outros grupos maravilhosos, começando hoje pelo NSE.

Esse post é a minha participação desse mês no projeto:
nse2b-2bpng
Não Somos Escritores – Um projeto com temas para escritores desenvolverem sua criatividade na escrita. 
Se quiser participar também clique aqui.

 

♥ Me encontre nas outras redes sociais:

{TumblrFlickrInstagram ♥ Snapchat:dreamer_joyTwitterFacebook}

 

Anúncios

Depois do capítulo final

2-09-stills-blair-and-chuck-2624201-640-427

Foi lindo mas eu sabia que não haveria um dia seguinte.

Sabe quando você dá um beijo e ele tem cara de final da novela das 8.

Só que nesse final os mocinhos não ficam juntos. É um beijo de despedida, um último beijo.

Mas a mocinha se recusa a deixar tudo se acabar. Ela guarda. Guarda o último gole de vinho, guarda um restinho de perfume no frasco. Mas é em vão.

O mocinho quer liberdade, quer mais cores, quer mais sabores. Mais bocas para beijar, mais corpos para tocar. Não quer se demorar em um amor maduro.

E os dois brigam. Um de cada lado do cabo de força. Ninguém vence.

E aquele beijo tão especial se mistura a tantos outros que acontecem no capítulo final da novela.

Foi só mais um beijo. Um beijo de nunca mais.

E o mocinho vira as costas para a moça e pega a mão da vilã da história.

E ela fica ali parada vendo os dois desaparecerem no horizonte. Um horizonte que ela achava que era dela.

Dona mocinha, olhe para o lado! Sua vida é real e ela continua mesmo depois do “The end” no capítulo final.

————————————————————————–

♥ Me encontre nas outras redes sociais:

TumblrFlickrInstagram ♥ Snapchat:dreamer_joyTwitterFacebook

Amor de fases

Se quiser ler ouvindo uma musiquinha: clique aqui. ❤

tumblr_m4e992y5bf1r4zd5eo1_500
créditos

Se quiser um vaguinha aqui em meu coração já aviso: não é uma tarefa fácil.

Amo o natal. Então você vai se ver com uma criança encantada pelas luzes nessa época do ano. Você vai ver eu me punir por querer um vestido lindo na vitrine, mas não querer levar por  lembrar que existem coisas muito mais importantes que presentes.

Você vai ver que eu não gosto de gastar dinheiro (nem tempo) com bobagens. Eu definitivamente não sou a louca dos “shoppings”.

Eu sou indecisa. Então não me obrigue a fazer decisões difíceis. Eu tenho a péssima mania de fazer escolhas ruins.

Não reclame porque eu gosto de ficar de pijama o dia todo nos domingos. Nem porque eu canto desafinada enquanto arrumo a casa.

Não repare quando eu erro os acordes no violão, eu toco com o coração e meu coração aceita meus erros.

Não cobre para que eu me pareça alguém que você conheça. Eu sou diferente de tudo o que você já viu.

De vez em quando eu vou falar dormindo, mas não se assuste que logo eu volto a dormir. Ah, e escute a história dos meus sonhos com atenção.

Você é um cara de sorte, afinal é super difícil eu ter Tpm. Mas quando eu tiver, para o seu próprio bem, mantenha a distância . Ah, e faça silêncio, nesses dias eu amo o silêncio.

Não implique com o meu cabelo, nem por eu gostar de tomar banho antes de dormir.

E, por favor, não tente mudar quem eu sou. Nem tente controlar a minha vida. Namorar não é prender o outro perto de si é libertá-lo sabendo que ele sempre voltará onde se sente mais seguro.

Não me deixe com incertezas, eu sou insegura e isso me fará sofrer. Quando eu falar com você olhe nos meus olhos, eu odeio sentir que não estão prestando atenção no que digo.

Quando eu ficar quieta demais, se preocupe. O meu silêncio é de um barulho imenso.

Deixe eu ficar um tempo só. Não me leve à mal, eu adoro estar junto, mas a solidão preserva a minha sanidade. Eu preciso de tempo para pensar e eu penso melhor sozinha.

Se você estiver disposto a conviver com essa metamorfose ambulante, com essa mulher que tem mais fases que àquela do Raimundos, seja bem vindo.

Ah, esqueça aquela frase imbecil de que o coração de uma mulher é um circo, embora eu adore palhaços e me encante com circos, meu coração é coisa séria. E ele é frágil, uma vez que você brincar com ele nunca mais ele volta ao normal.

Não brinque com meus sentimentos. Me ame e você terá todo o meu amor de volta. Cada dia de forma diferente. De acordo com cada estação, complicado e perfeitinho.