O que eu quero ser quando eu morrer?

20150103203455_94179444
Imagem por Débora Meleti

Quando somos crianças nos perguntam: O que você quer ser quando você crescer?

Há crianças que querem ser médicos, modelos, cartorários, professores, motoristas de ônibus…

Há os espertinhos (ou muito bobos) que respondem: “Quando eu crescer quero ser grande, ué!”

Eu era uma criança que quis ser muitas coisas. Mas o meu maior desejo era não morrer. E mais: que nenhuma pessoa que eu amasse morresse. Eu queria ser robô. Eu não consegui ser robô, descobri que eu era gente. Gente que sente. Sente dor. Sente frio. Gente que morre.

“A morte é a única certeza da vida” é o que eles dizem. Mas que certeza é essa tão cheia de dúvidas? Ou sou eu que sou cheia delas?

Um dia todos morremos, ponto. Mas e depois? Não há depois? Há depois? Tem depois mas a gente não lembra de nada? Tem depois e a gente lembra de tudo? Vou encontrar todos que amei no céu? Morreu acabou? A vida acabou ali?

Sempre quis ver a morte como algo bonito. “Um ciclo da vida que se encerrou ali.” Nunca consegui… Até agora.

Hoje eu posso dizer o que eu quero ser quando eu morrer: Quero ser vida!

Eu queria ser flor. Um girassol bem lindo.

Mas aceito ser árvore. Mas tem que ser árvore florida, viu?

Quero que as pessoas passem por mim e se encantem, que fotografem e que contem aos outros que árvore bonita me tornei.

E, quem sabe, ali na minha sombra uma criança dê seus primeiros passos; Dois jovens apaixonados se beijem pela primeira vez…

Alguém sente ali para esquecer dos problemas; para ler um livro; contar uma história para alguém.

Que as crianças brinquem de roda em volta de mim. Que dois velhinhos parem um tempinho para descansar na minha sombra.

Que um casal deixe um coração gravado com as suas iniciais em meu tronco para eternizar seu amor.

Que o vento bata em minhas folhas e que me alegre, assim como me alegra ao bater em meus cabelos.

Que todos se lembrem de mim com alegria. Que lembrem que fui vida. Que estou viva, mesmo depois de ter morrido.

E a vida eterna? A vida eterna existe.

Inspirado em: https://awebic.com/cultura/adeus-caixoes-capsula-organica-transforma-pessoas-falecidas-em-arvores/  ❤

————————————————————————–

♥ Me encontre nas outras redes sociais:

TumblrFlickrInstagram ♥ Snapchat:dreamer_joyTwitterFacebook }

Anúncios

12 comentários sobre “O que eu quero ser quando eu morrer?

  1. Muito inspirador Joy!!
    Em torno de qualquer exiguidade, a própria natureza investe em algo ainda mais prolífica. A nossa frente, não existem murais, ou levemente a luminescência. Porém, ao nosso lado carregamos a nossa sombra, visivelmente exposta de dúvidas.
    E de dúvidas, ofuscamos com nosso evanescimento.
    E o que vier, virá.
    jak

  2. Eu prefiro acreditar que não somos só uma vida. Eu prefiro acreditar que estou Tatiane, mas já posso ter sido, muitas outras antes dessa, e ainda vou ser muitas outras depois dessa, porque não seria justo que nos ensinassem desde o nascimento que esperança existe e é eterna assim como todos nós. A morte é apenas o fim de um ciclo que em breve se reiniciará.

  3. Também penso assim ,afinal a vida n poderia se resumir em uma passagem aqui , existe mais vida além da vida acredito na passagem para elevação espiritual aqui nesta vida paralela a uma real existência mas a vida real está além desta lindo texto parabéns!!

  4. A vida certamente é muito mais que isso! A vida continua e continuamos vivendo no coração daqueles que nos amam. Quando eu morrer quero ser brisa para acariciar as pessoas q amo quando elas mais precisarem.
    Mas não quero pensar muito sobre isso, 😢 amo viver é quero aproveitar os melhores e piores momentos, chorar com intensidade e rir com vontade. Tudo passa tão rápido que se paramos para pensar a vida é um presente

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s