A fórmula do amor

b92a6e0928fe2cae8392b27a9afbd1ba
Imagem retirada do Google Imagens

Queria falar para o Leoni  que eu finalmente encontrei uma fórmula do amor e que ela deu certo.

Porém eu fico a pensar: “E amor lá precisa de fórmula, minha gente?”

Tá bom que seria mais fácil, mas costumamos gostar do que não é. E, se o amor realmente tiver uma fórmula, alguém a esconde até de si mesmo.

Nenhum livro de autoajuda, nem mesmo um romance consegue dizer qual a forma certa de conquistar, de amar ou de viver um relacionamento que dê certo.

Está cada vez mais difícil encontrar um amor que valha à pena. Ainda mais em tempos que o desapego é tão exaltado, que o “ficar junto” já não parece ser mais tão importante… Está difícil encontrar alguém que tenha comprometimento e que realmente entenda o que é um relacionamento sério e todas as regras que fazem parte dele.

O problema é que a maioria das pessoas acha que amar é tão complicado que desiste. No geral as pessoas estão impacientes para amar.Só que o amor é uma construção e é aos poucos que ela vai ficando pronta.

Talvez um ingrediente importante para o amor dar certo, seja a paciência, vide exemplo da Bíblia:O amor é paciente, o amor é bondoso.(…)  Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.” (1 Coríntios 13: 4-7).

Outro “ingrediente” indispensável é a reciprocidade, porque do que adianta ser paciente se o outro não tem compatibilidade contigo?

Ah, e compatibilidade, parceria e alguém disposto a amar está se tornando cada vez mais raro. E a gente passa a acreditar que o amor é uma utopia. E que só serve para trazer o sofrimento.

Pensando bem, o que queremos de verdade mesmo não é uma fórmula de amar é a fórmula de não sofrer. Mas vou te contar um segredo (que nem é tão secreto assim): No amor, muitas vezes, a dor vem de brinde. 

Você deve estar pensando que sou pessimista. E seria clichê demais responder que na verdade estou tentando ser realista. Mas é verdade. O amor traz uma série de coisas: um pouco de expectativa, um pouco de paixão e voilà: alguma coisa parecida com uma fórmula do amor está pronta. Mas lá na garrafinha em letras miúdas tem a mensagem: “Efeito colateral: Dor e sofrimento, descontentamento, cansaço e, eventualmente a fórmula falha ou para de fazer efeito durante o processo”. Mas nunca nos atentamos as contraindicações, não é mesmo?

Claro que pode acontecer de você distrair-se e encontrar um amor bom o suficiente que te faça pensar que, talvez tenha encontrado a fórmula do amor, que dessa vez você fez do jeito certo. Pode acontecer de dar certo. Apesar de tudo o amor verdadeiro existe.

A realidade é que nenhum de nós é experiente o suficiente para classificar o amor, para dizer o que é certo ou não é, ou para inventar uma fórmula maluca e colocarmos o nome de “fórmula do amor”.

Ainda assim nos embriagamos sem nos preocuparmos com a ressaca do dia seguinte.

E se alguém por aí, souber onde encontrar a fórmula do amor , por gentileza avisa aí pra gente.

Para terminar: Ouça Fórmula do amor (que me inspirou a escrever este texto). ♥

 

 

 

Anúncios

4 comentários sobre “A fórmula do amor

  1. Eu concordo com muita coisa. Principalmente com a parte de que a dor muitas vezes vem de brinde. E acho que coisas como essa ideia de que ser Solteiro é o melhor e que agora é mais difícil encontrar um relacionamento é algo bem relativo. Antigamente não era fácil encontrar um Amor, mas era algo forçado em nossa cultura. Acredito que existia um quantidade maior de vidas unidas e infelizes do que hoje.

    • Primeiramente, obrigada pela opinião. É sempre bom ver um ponto de vista diferente do nosso. 🙂
      Você tem razão é mesmo relativo, tanto que nos texto eu disse que está mais difícil encontrar um relacionamento hoje em dia, mas não impossível. E está difícil justamente por questões culturais.
      Antigamente era forçado mesmo se relacionar mesmo sem amor, logo “encontrar um amor” não era algo tão fácil assim, concordo contigo. Salvos alguns casos (porque sempre têm as exceções). E, claro que hoje existem as exceções também, existe quem fale de amor e que queira viver um. Mas, hoje têm também a exaltação a ideia de que ser solteiro é melhor ou então aquela de que “pego, mas não me apego”.

      • Concordo plenamente com essa ideia de cultura de desapego. Talvez em resposta a muitos anos de obrigações?

        O que podemos concordar é que não importa qual seja a época o Amor sempre será algo complicado haha ❤

      • Acho que sim, foram muitos anos de opressão e agora tudo está indo para o lado oposto. Quem sabe um dia exista um equilíbrio…
        Com certeza ♥ hahaahah

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s